quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Edifícios de Escritório em São Paulo - 001

Faz tempo que estou devendo para mim mesmo uma série de postagens que eu tenho prontas e que fazem parte do material de pesquisa do meu doutorado: "Edifícios de Escritórios na Cidade de São Paulo", que defendi na FAUUSP em 2007.
.
Como começamos esta história de bater perna achamos interessante mostrar também os percursos estabelecidos no trabalho para que os leitores possam eventualmente percorrê-los e assim bater um pouco de perna também (são 5 percursos desenvolvidos no trabalho e 100 edifícios comentados).
.
Antes de mais nada devo salientar que a escolha dos edifícios para o trabalho foi feita a partir de um recorte, no qual foi estabelecido que os edifícios pesquisados deveriam ter material publicado em revistas de arquitetura (pois se eu partisse para fontes primárias seria praticamente impossível levantar todos os edifícios importantes no tempo que tinha disponível). Este recorte certamente deixa de fora alguns exemplos importantes, que eventualmente aparecerão por aqui com o devido esclarecimento de que não fez parte da pesquisa original.
.
Por hora vamos com o que temos, sem mais delongas:

O primeiro percurso segue pelo Centro de São Paulo (com 30 edifícios). E o primeiro edifício estudado foi o do Secretaria da Fazenda, do arquiteto Ferrucio Julio Pinotti, na Avenida Rangel Pestana.
Localização/implantação (acima) e foto aérea (abaixo)

Este edifício tem uma relação de escala com seu entorno que certamente deriva sua denominação de "Palácio da Secretaria da Fazenda". Sua implantação, com um grande volume de embasamento e uma torre que se distribui em vários volumes quase que na mesma projeção da base, conferem um peso e imponência bem com cara de palácio. Como diria minha nona "mezzo faccista".


Concluido em 1941 sua planta reflete bem sua concepção estrutural distribuindo os pilares numa grelha com a divisão dos espaços por vedações em alvenaria e ainda a idéia de um corredor central com salas distribuidas em sequência.


plantas (acima) e corte (abaixo)

elevaçãoalgumas fotos da obra:

maquete

Pronto: série iniciada ! Espero conseguir postar mais alguma coisa até a semana que vem. Vamos ver .... Próximo capítulo: Edifício Central.
.
Até mais!

5 comentários:

Valéria Fialho disse...

Até que enfim !

Marcinho disse...

Aeee...!!

Heloísa Alvarenga disse...

Muito legal heinnn

Anônimo disse...

Olá, quero fazer uma retificação quanto à construção do Palácio Clóvis Ribeiro, sede da Secretaria da Fazenda. A obra foi iniciada em 1941 mas concluida somente em 1960. Há fotos na internet, de 1953, mostrando o edifício em construção.

Luiz Roberto Kamide

Anônimo disse...

isso aeh! daóra mew, demokraticus mesmo é a arquitetura soviética do pós-guerra! principalmente nos países-satélites ocupados pela antiga cortina de ferro, tipoassim Alemanha Oriental

xous di bolha!